Fernanda Ribeiro e Sérgio All, fundadores da Conta Black. Conta Black quer incluir financeiramente a população que não possui  conta bancária

Conta Black quer incluir financeiramente a população que não possui conta bancária

O Brasil é o país em que ainda há 1989 municípios sem agência bancária no país, sendo que 310 deles não tem nem caixa eletrônico. Segundo o Banco Central, a maioria das cidades sem agência bancária fica no Nordeste. ¹

No país todo, 32% da população não tem acesso ainda não tem acesso ao sistema bancário. Para enfrentar esse problema, Fernanda Ribeiro² e Sérgio All³ decidiram fundar a Conta Black, conta digital que vem ocupar esse espaço em aberto e que muitas instituições financeiras nunca se preocuparam em preencher. Para entender melhor a iniciativa, conversamos com Sergio All, fundador da Conta Black.

Em qual momento você sentiu a necessidade de criar a Conta Black?

Foi uma dor que passei. Depois de 15 anos de empreendedor na minha agência, precisei de um empréstimo para atualização dos equipamentos. Fui correntista por mais de 10 anos da mesma instituição, movimentando muito dinheiro e contratando todos os serviços que o banco me oferecia. E no momento que precisei, mesmo apto para o crédito, a resposta foi NÃO! Questionei o gerente, que sempre me tratava de forma fria, e a resposta não poderia ser diferente “foi uma restrição sistêmica, que nada tem a ver com os órgãos de proteção ao crédito”. Me senti desvalorizado, pois percebi que o meu dinheiro, assim como eu, parecia não ser importante para aquela instituição. Voltando pra casa, comecei a desenhar uma solução para não mais depender dos bancos. Utilizando o meu relacionamento, me aproximei de pessoas da área financeira, para entender o mercado. A ideia do que atualmente é a Conta Black, tem aproximadamente 6 anos. Nesse período me envolvi na pesquisa do mercado, busca por parceiros, homologação sistêmica e capital humano e financeiro. O grande “start” foi quando comecei a me relacionar com outros empreendedores negros e da base da pirâmide e percebi que todos tinham exatamente a mesma sensação de desvalorização. A Conta Black é uma realização de sonho coletivo, representa liberdade e independência e ao mesmo tempo a possibilidade de se sentir partícipe. Aliar educação financeira a este processo, foi a forma que encontramos para proporcionar uma experiência acima do esperado.

A Conta Black é uma conta só para negros?

A Conta Black é um negócio de protagonismo negro, o nome Black vem da perspectiva de inverter os valores impostos pelas instituições tradicionais, que intitulam o cliente “BLACK”como o mais importante por sua movimentação financeira, pela sua condição social ou pelos serviços que adquire. Para nós, o cliente “BLACK”, quem realmente é importante, é aquele que tem seu crédito negado sem motivos, que é barrado nas portas giratórias, é quem está empreendendo começando do -1, quem está em busca do seu lugar ao sol, quem está interessado em fazer a diferença, quem quer participar de um novo movimento, esses são os nossos clientes BLCK.

Reprodução: @moniqueevelle (instagram da empresária e jornalista Monique Evelle)

O que vocês oferecem de diferente para o correntistas?

Hoje oferecemos uma conta digital com vários serviços financeiros agregados (emissão de boletos, transferências entre contas num valor atrativo, pagamentos, transferências para outros bancos, cartão pre-pago para compras no Brasil e Exterior, em estabelecimentos físicos e online, empréstimos com garantia bancária e residencial). Tudo isso sem consulta aos tradicionais órgãos de proteção ao crédito, temos uma metodologia própria para analise.

Você pensaram em programas e ações de incentivo para geração de renda?

Sim, no inicio do segundo semestre vamos lançar um programa que será muito legal para quem está em busca de uma renda extra. Ainda não posso falar muito sobre ele, mas garanto que será muito bom!

O que podemos esperar da Conta Black para os próximos meses?

Muitas novidades: lançamento do aplicativo, diversas opções de investimentos, crédito assistido, programa de geração de renda, divulgação de novos parceiros e programa de incentivo totalmente diferente dos que existem hoje.

Conheça mais sobre a Conta Black:

Site: contablack.com.br

Facebook: facebook.com/blackmoneycard


Referências:

¹ – Muitos vivem sem conta bancária. O Banco Mundial quer acabar com isso: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2016/02/04/Muitos-vivem-sem-conta-banc%C3%A1ria.-O-Banco-Mundial-quer-acabar-com-isso

² Presidente da Afrobusiness, Fernanda Ribeiro é responsável pelas Relações Institucionais da Conta Black. Ela tem uma sólida experiência em relacionamento com cliente e comunicação. Dedica-se também ao desenvolvimento de ações e programas para fomento da diversidade, inclusão econômica e social relacionados `as temáticas de gênero e raça.

³ Gestor financeiro, publicitário e CEO da Conta Black, em 1999 fundou SOSGAME, buscador de dicas para jogos. Em 2000 dirigiu uma divisão de games para popularizar o macintosh no Brasil com a APPLE Computer. Em 2004 se tornou publicitário, fundou e dirigi a iBeats Comunicação por 14 anos. Em 2015 fundou e faz parte do Conselho da AfroBusiness Brasil.

Previous Monique Evelle promove café temático em São Paulo. Saiba como participar
Next Troféu Mulher Imprensa: qual sua reportagem especial favorita de 2017? VOTE!

About author

You might also like

Favela Business 0 Comments

Favela Business: manos e minas transformando criatividade em oportunidade

Publicado originalmente no portal do AFROPUNK Em um país como o Brasil, que passa por uma crise política, chama atenção os índices de desemprego e falta de oportunidades no mercado

Economia 0 Comments

Agência oferece consultoria gratuita em marketing para afroempreendedores. Inscreva-se.

A Isomeria Comunicações, agência experimental do curso de Publicidade e Propaganda da FIAM-FAAM, está selecionando uma empresa ou iniciativa empreendedora encabeçada por pessoas negras para ser contemplada com a prestação de

Favela Business 0 Comments

Favela Business EP1: Brechó Original Favela

Na entrevista de lançamento do nosso projeto, convidamos as proprietárias do brechó Original Favela. Iris e Anne são amigas e sócias, vendem roupas e acessorios pelo instagram há mais de

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!

Leave a Reply